Notícias

SINDIGRU, pluralidade e representação organizada

o SINDIGRU é mais negro, mais mulher, mais LGBT e mais segurança de voo

Desde sua fundação, o SINDIGRU e toda a nossa direção, atuou sempre em uma frente ampla de defesa não apenas de questões trabalhistas, mas também em prol de causas sociais como representatividade, respeito e acolhimento à todas as causas ditas minoritárias e que contudo, de minoritárias nada possuem.

Conhecendo os desafios enfrentados por mulheres, pessoas LGBTQIA+ e negras e negros, o SINDIGRU sempre direcionou esforços em ações que promovem o combate ao preconceito, projetos de empregabilidade e inclusão e em primazia, por respeito e por dignidade destes grupos e de toda a sociedade.

Recentemente, o SINDIGRU ampliou seu quadro diretivo na base e dentre os 4 novos integrantes que deve completar nosso quadro, entram mais 2 mulheres e um negro LGBTQIA+e um mecânico de aeronaves. Novos integrantes que devem fortalecer nossa luta com pluralidade e grande potencial de aprofundar o debate nestas questões e setores tão importantes.

Para o presidente do SINDIGRU Rodrigo Maciel, “O SINDIGRU é uma entidade constituída de trabalhadoras e trabalhadores que possuem diferentes perfis e defendem diversas bandeiras, nosso papel como entidade social e trabalhista é ampliar as vozes e seus lugares de fala, para acolher toda a nossa categoria qualificadamente como merecem”.

É com orgulho que o SINDIGRU dá as boas vindas à todos os novos delegados sindicais, e os parabeniza por sua disposição para enfrentar as batalhas que nos aguardam no campo de defesa de nossa categoria.

Pluralidade LGBTQIA+

Adilson Epifânio
Adilson Epifânio

Um de nossos novos delegados já marcou a história do SINDIGRU com sua chegada. Adilson dos Santos Epifânio, mais conhecido como Epifânio, é o primeiro integrante LGBTQIA+ de nossa entidade desde sua fundação.

Sua chegada, embora em um período ainda turbulento devido à pandemia, tem grande simbolismo, não apenas para nossa direção, mas para todas as trabalhadoras e trabalhadores LGBTQIA+ de nossa categoria que terão no SINDIGRU mais um espaço de acolhimento e cuidado, com quem entende como ninguém as dores de uma sociedade preconceituosa.

Epifânio, que já tem mais de 20 anos de trabalho em aeroportos e já integrou a CIPA por diversas vezes, traz consigo experiência e conhecimento que trarão diferenciais que certamente agregarão valor à direção.

O novo diretor conta que nunca se sentiu discriminado, mas entende que esta barreira existe e dificulta o acesso à mulheres e homens negros assim como aos LGBTs no mercado de trabalho e garante “durante o tempo que integrar o SINDIGRU lutará por acolhimento e que a palavra que rege sua atuação será RESPEITO, dentro e fora dos ambientes de trabalho”.

Mulheres empoderadas

Cristiane Lopes
Renata Oliveira

O SINDIGRU contará com mais duas mulheres em nossa direção:

Renata Pinheiro Oliveira, que além de enfrentar batalhas gigantes como o difícil cotidiano feminino, também enfrenta adversários no ringue! Lutadora de Jiu Jistu, em sua pequena trajetória na prática da arte marcial, apenas 2 anos, já vem colecionando medalhas.

Para Renata, que já tem mais de 20 anos de aeroporto, a prática do esporte reflete em sua vida pessoal e profissional, onde aprendeu ser mais disciplinada e atenta, qualidades que devem ser aliadas em sua atuação no SINDIGRU.

“Através do esporte, obtive uma transformação na minha vida e pretendo através de minha atuação como diretora do SINDIGRU, promover a questão do empoderamento feminino, através do esporte, através da luta por valorização e reconhecimento de nosso trabalho no aeroporto como mulheres competentes e batalhadoras” ressalta Renata.

Cristiane Lopes, traz consigo a experiência de quem já atuou em diversos setores, mas conta que apenas quando entrou no aeroporto, entendeu melhor as questões de consciência de classe atuando lado a lado de centenas de outras trabalhadoras e trabalhadores que sustentam o setor aéreo.

Para ela “Compreender a verdadeira noção do quanto importante é lutar pelo fortalecimento das instituições representativas da classe operária” é a motivação que moverá sua atuação no SINDIGRU e a bandeira que defenderá.

Cristiane também conta uma vasta experiência, 2 décadas no aeroporto e trará continuidade ao trabalho que já vinha sendo realizado pelo SINDIGRU no setor cargas e que já nos trouxe grandes e representativas vitórias.

As aeroviárias Renata e Cristiane vêm para ampliar o grupo de mulheres diretoras de nossa base e fortalecer nossa luta por representatividade e empoderamento.

Manutenção de aeronaves

Marcelo Almeida

Marcelo Almeida, um jovem mecânico de aeronaves, mas que conta com um elevado nível de qualificação técnica também integra a direção do SINDIGRU com um marco importante, está na ativa e conhece bem os atuais dilemas do setor.

Seu ingresso vem em um momento importante, com os avanços das companhias aéreas pela extinção de funções do setor, nossa direção qualifica ainda mais nossa narrativa e traz para o debate temas importantes como a qualidade do serviço e principalmente, a valorização do profissional mecânico de aeronaves tão importante para o setor da aviação.

Essencial para o estabelecimento da segurança de voo e representando grande parte de nossa categoria, com sua participação enriqueceremos nossas pautas e nos aproximamos ainda mais de uma parcela de nossos associados com grande poder de mobilização e unidade, prometendo fortalecer ainda mais nossas ações.

 

ASSOCIE-SE

Trabalhadora e trabalhador, toda ação realizada pelo SINDIGRU é fruto de sua contribuição.

O seminário preparatório, as ações dos diretos durante o ano, os dados levantados para Campanhas Salariais, reuniões com Centrais de Trabalhadores ou Federações, com o DIEESE, um jurídico forte, uma direção mobilizada na base e uma comunicação ininterrupta e eficaz é fruto da sua participação.

Fortaleça a sua luta. Associe-se!

Adicionar Comentários

Clique aqui para publicar o seu comentário

Abrir o chat
Precisa de ajuda?