Notícias

CUT e movimentos sociais farão “dança da chuva” nesta terça-feira (21)

A atividade acontecerá às 16h, na Praça da Sé, no centro da capital paulista

Nesta terça (21), a partir das 16h, a CUT e movimentos sociais farão a “dança da chuva”, na Praça da  Sé, em São Paulo.  

A atividade contará com a participação do povo Guarani Mbyá, comunidade indígena que vive em Parelheiros, extremo sul da cidade de São Paulo.

A iniciativa bem-humorada tem como proposta mandar o recado a São Pedro e cobrar do verdadeiro responsável, Geraldo Alckimin (PSDB), a responsabilidade pela péssima gestão que provocou a maior crise de abastecimento de água da história do Estado mais rico do Brasil.

O Sistema Cantareira, que abastece nove milhões de pessoas na grande São Paulo, chegou a 3,6% da capacidade de armazenamento de água nesse domingo (19). A situação no Sistema Alto Tietê, cuja capacidade chegou hoje a 9%, também não é das melhores.

O governo de São Paulo mascara a situação desde antes das eleições e faz pronunciamentos como se a questão decorresse de fatores climáticos. O governo não investiu nada para garantir o abastecimento de água de São Paulo, mesmo com orientação de órgãos federais como a Agência Nacional de Águas. Até a relatora especial da ONU (Organização das Nações Unidas) para o Direito à Água e ao Saneamento, Catarina Albuquerque, responsabilizouAlckmin pela falta de água.

Há 11 anos, o governador foi alertado que faltaria água, caso não houvesse investimento no setor. Segundo o presidente do Conselho Mundial da Água e professor de Engenharia Civil e Ambiental da Escola Politécnica (Poli) da USP, Benedito Braga, a USP trabalhou para o Comitê do Alto Tietê em um plano de recursos hídricos, em 2003 e lá já se falava das obras que era preciso realizar para ter segurança hídrica na região metropolitana de São Paulo. Em 2009, Alckmin recebeu um relatório reafirmando os alertas.

A grande imprensa trata os cidadãos como responsáveis pela economia de água, mas não apresenta transparência nos dados. Com base na Lei de Acesso à Informação (Lei nº 12.527/2011), o Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor (Idec) irá acionar nos próximos dias o Ministério Público para obrigar a Sabesp a divulgar o mapa dos bairros que estão sendo atingidos na capital e no interior de São Paulo.

Dança da Chuva

Quando: dia 21 de outubro

Horário: 16h

Onde: Praça da Sé/ SP

Com informações da CUT/SP 

Adicionar Comentários

Clique aqui para publicar o seu comentário

Precisa de ajuda?