Confira as principais reivindicações dos aeroviários

O Sindigru lutará pela reposição da inflação integral acrescida de ganho real de 2%; 10% nos demais itens econômicos e pela melhoria e inclusão de cláusulas sociais que melhorem as condições de trabalho, saúde, proteção, segurança e assegurem qualidade de vida

Por: Viviane Barbosa, Redação Sindigru - Publicação: 21/09/2018
Arte da Campanha Salarial 2018/2019 da FENTAC - Mídia Consulte - Baixar Imagem

Data-base: 1º de dezembro 

Quem representa os trabalhadores na aviação civil (aeronautas e aeroviários) na Campanha Salarial é a Federação Nacional dos Trabalhadores em Aviação Civil da CUT (FENTAC/CUT). A entidade negocia com o Sindicato Nacional das Empresas Aeroviárias (SNEA), que representa todas as empresas aéreas, inclusive a LATAM, GOL, Avianca e Azul.

Total: Aproximadamente 70 mil trabalhadores na aviação na base da FENTAC estão em Campanha:

Sindicatos que representam as categorias em Campanha:


Sindicato Nacional dos Aeronautas
Sindicatos dos Aeroviários de Guarulhos
Sindicato dos Aeroviários de Porto Alegre
Sindicato dos Aeroviários de Recife
Sindicato dos Aeroviários de Campinas
Sindicato Nacional dos Aeroviários


Entrega das pautas ao SNEA: 20 de setembro de 2018 (Aeroviários) e 13 de setembro (Aeronautas)

Neste ano, os sindicatos reivindicam a reposição integral da inflação do período de 12 meses da data-base 1º de dezembro, (calculada pelo INPC-IBGE) acrescida de 2% a título de ganho real nos salários dos aeroviários e dos pilotos e comissários. Os tripulantes também reivindicam a reposição da inflação acrescida de 2% nas cláusulas econômicas: pisos, diárias de alimentação (exceto internacionais que o pedido foi maior), vale alimentação e seguro de vida. 

Já para os aeroviários, nos demais itens econômicos, como piso, cesta-básica, vale-refeição, seguro e outras econômicas, a reivindicação é de 10%.

 

Reivindicações Sociais dos Aeroviários


Aeroviários (que trabalham no chão do aeroporto: agente de check-in/atendimento, auxiliar de serviços gerais, mecânicos de aeronaves, agente de proteção/bagagem, operador de equipamentos, entre outros)

-Extensão do auxílio-creche também para os pais aeroviários;

-Obrigatoriedade de as homologações serem feitas com o acompanhamento do Sindicato;

-Auxílio-maquiagem para as aeroviárias, quando esta for uma exigência das empresas aéreas;

- Direito à folga agrupada em todos os meses; 

- Implementação de campanhas e apuração de casos sobre assédio moral, sexual, homofobia e discriminação;

- Auxílio acidente e subsídio de medicamentos em casos de acidente no trabalho.

- Garantia de emprego ou salário à empregada que sofrer aborto;

- Garantia de emprego, por três anos, às vésperas da aposentadoria;

 - Transporte gratuito das 22:00h às 05:0Oh nos locais onde não houver transporte coletivo;

- Abono de falta para levar filho ao médico (5 faltas por ano);

- Criação de um Plano de Previdência Privada e Assistência médica e odontológica;

 

Comunicação do SINDIGRU/CUT

Jornalista Responsável: Viviane Barbosa Mtb-28121
Redatora: Vanessa Barboza Mtb-74572
Mídia Consulte: 55 + (11) –3136-0956 - 9+6948-7449
Redação: jornalismo@midiaconsulte.com.br


Últimas Notícias

Sindigru vai denunciar irregularidades da LATAM ao MPT e ANAC e propõe Frente Parlamentar em Defesa dos Mecânicos de aeronave

15/05/2019 - Destaque

Encaminhamento foi aprovado pelos trabalhadores em assembleia realizada nesta quarta-feira (15)

Avianca demite mais 30% de seus trabalhadores em Guarulhos

02/05/2019 - Destaque

Quarta maior companhia aérea do país está em recuperação judicial desde dezembro do ano passado

Sindigru segue acompanhando todo o processo de recuperação judicial da Avianca

22/04/2019 - Destaque

“Estamos acompanhando tudo de perto todo. Não vamos aceitar prejuízos para os trabalhadores”, alerta o presidente do Sindicato, Rodrigo Maciel

+

Campanha Salarial

Fotos

Paralisação no GRU Airport contra demissão arbitrária de dirigentes do Sintaag

Vídeos

Facebook