Campanha Salarial 2016: Aeroviários de Guarulhos aprovam “estado de greve”

Trabalhadores rejeitaram a contraproposta de reajuste salarial de apenas 4% das empresas aéreas

Por: Viviane Barbosa, da Redação Sindigru - Publicação: 18/11/2016
Assembleia - Baixar Imagem

Os aeroviários e aeroviárias nas empresas aéreas do Aeroporto Internacional de Guarulhos aprovaram em assembleias realizadas em todos os turnos nesta sexta-feira (18) que iniciarão “estado de greve” a partir desta semana. 

Os trabalhadores, que estão em Campanha Salarial, reprovaram a contraproposta de reajuste no salário de apenas 4% feita pelo Sindicato Nacional das Empresas Aéreas (SNEA), em negociação com a Federação Nacional dos Trabalhadores em Aviação Civil da CUT (FENTAC) e os sindicatos filiados. Na última rodada da Campanha, as empresas ofereceram no vale alimentação, seguro de vida e na multa por descumprimento de cláusulas somente 5% e se recusam a negociar qualquer melhoria ou inclusão de direito para a renovação da Convenção Coletiva de Trabalho (CCT). 

Para o Sindigru, essa contraproposta patronal está muito abaixo da reposição da inflação da data-base da categoria, 1º de dezembro, – calculada pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor(INPC) do período de 12 meses, cujo  acumulado do período fechará em dezembro. 

O Sindicato reivindica a reposição integral da inflação da data-base dos 12 meses e mais 5% de aumento real nos salários em todos os benefícios econômicos. 

Direitos sociais

Os aeroviários de Guarulhos também definiram que não vão aceitar retrocessos nos direitos sociais, conquistados na Convenção Coletiva de Trabalho, e ainda vão continuar a pressão para que as empresas abram o diálogo para a pauta de reivindicações pela melhoria de direitos na CCT e a inclusão de novas cláusulas sociais, que asseguram melhores condições de trabalho, qualidade de vida e saúde para os trabalhadores. 

Algumas cláusulas sociais são o auxílio maquiagem para as aeroviárias, em razão que as empresas exigem um padrão e em média a trabalhadora gasta 10% de seu salário; garantia adequada de trabalho para aeroviária gestante; o direito ao auxílio creche para o pai aeroviário, hoje na CCT só a aeroviária tem esse benefício e o custeio no tratamento por parte da empresa em casos de acidente ou doença oriunda no trabalho.

Operação “Trabalhe sem Exploração” e Assembleia Geral no dia 1/12

Outro encaminhamento é que os dirigentes do Sindigru orientarão a categoria durantes os turnos no Aeroporto de Guarulhos a realizar a Operação “Trabalhe sem Exploração”. O Sindicato também realizará assembleia geral, no dia 1º de dezembro, dia que vence a data-base da categoria, e caso não haja avanço nas negociações com as empresas os trabalhadores poderão deliberar sobre a greve geral.

Até lá, estão agendadas negociações com o SNEA nos dias 24 e 30 de novembro. Um boletim da FENTAC sobre o assunto será distribuído nesta semana.  

A Direção do Sindicato espera que as empresas aéreas mudem a posição intransigente de se recusar a negociar e avance no diálogo. 


Principais reivindicações da Campanha Salarial 2016/2017 do Sindigru:

•    Reposição integral da inflação da data-base, 1º de dezembro, e mais 5% de ganho real (produtividade)
•    Garantia do nível de emprego nas bases da FENTAC
•    Manutenção dos direitos nas Convenções Coletivas de Trabalho
•    Ampliação e melhorias nos direitos econômicos e sociais

Data-base: 1º de dezembro 

Entrega de pautas ao SNEA: 15 de setembro 

Total em Campanha:
 9 mil aeroviários

Aeroviários (que trabalham em solo no aeroporto: agente de check-in/atendimento, auxiliar de serviços gerais, mecânicos de aeronaves, agente de proteção/bagagem, operador de equipamentos, entre outros)

•    Auxílio maquiagem para as aeroviárias;
•    Garantia de emprego ou salário à empregada que sofrer aborto;
•    Licença Maternidade de 180 dias para mães adotantes e melhorias nos direitos para as mães aeroviárias;
•    Garantia de creche ao pai  aeroviário (a) e/ou escola infantil;
•    Apuração da ocorrência de assédio moral, sexual, homofobia e discriminação; Desenvolvimento de Campanhas de Conscientização;
•    Ausência abonada para os aeroviários atletas;
•    Subsídio no valor de 100% para os medicamentos receitados em decorrência de acidentes de trabalho;

 

Comunicação do SINDIGRU/CUT

Jornalista Responsável: Viviane Barbosa Mtb-28121
Redatora: Vanessa Barboza Mtb-74572
Mídia Consulte: 55 + (11) –3136-0956 - 9+6948-7449
Redação: jornalismo@midiaconsulte.com.br


Últimas Notícias

Confira as principais reivindicações dos aeroviários

21/09/2018 - Destaque

O Sindigru lutará pela reposição da inflação integral acrescida de ganho real de 2%; 10% nos demais itens econômicos e pela melhoria e inclusão de cláusulas sociais que melhorem as condições de trabalho, saúde, proteção, segurança e assegurem qualidade de vida

Sindigru entrega pauta de reivindicações dos aeroviários para o SNEA

21/09/2018 - Destaque

O mote da Campanha neste ano é “#Abrace esse Compromisso: Lutar, Ampliar e Conquistar”

Mulheres sindicalistas denunciam casos de assédio psicológico da Ethiopian Airlines no Aeroporto

18/09/2018 - Destaque

Em reunião, realizada na sede do Sindigru, empresa se comprometeu em averiguar os casos e dará um retorno

Após longa negociação, Latam atende pauta do Sindigru em favor dos trabalhadores demitidos

24/08/2018 -

Outro pleito negociado pelo Sindigru e aceito pela Latam é que todas as homologações serão assistidas pelo Sindicato

+

Convênios

Campanha Salarial

Fotos

Paralisação no GRU Airport contra demissão arbitrária de dirigentes do Sintaag

Vídeos

Facebook