Sindigru convoca aeroviários para assembleia geral da Campanha Salarial

Objetivo é construir uma contraproposta salarial, que será apresentada à bancada patronal na negociação agendada para 14 de janeiro

Por: Vanessa Barboza, Redação Sindigru - Publicação: 04/01/2016
Arte: Mídia Consulte - Baixar Imagem

Sindigru convoca todos os aeroviários para participar no dia 7 de janeiro de 2016, quinta-feira,  de assembleia geral extraordinária para a construção de uma contraproposta salarial, que será apresentada à bancada patronal na negociação da Campanha Salarial agendada para o dia 14 de janeiro.

A assembleia será realizada em dois turnos, pela manhã: primeira chamada às 11h30, e segunda às 12h30; e a tarde: primeira chamada às 16h30 e segunda às 17h30, na subsede do Sindicato, no aeroporto.  

A presença de todos é fundamental. Somos todos Sindigru e, juntos, somos fortes! 

Assembleia Campanha Salarial 

Data: 7 de janeiro, quinta-feira 
Manhã - 11h30 (1ª chamada) e 12h30 
Tarde –16h30 (1ª chamada) e 17h30
Local: Subsede do Sindicato, no Aeroporto de Guarulhos

Clique aqui e confira o boletim

Comunicação do SINDIGRU/CUT

Jornalista Responsável: Viviane Barbosa Mtb-28121
Redatora: Vanessa Barboza Mtb-74572
Mídia Consulte: 55 + (11) –3136-0956 - 9+6948-7449
Redação: jornalismo@midiaconsulte.com.br


Últimas Notícias

Sindigru inaugura pousada na Praia Grande em outubro

16/08/2019 - Destaque

Associados e associadas interessados já podem fazer inscrições diretamente no Sindicato

Deputados aprovam MP que acaba com descanso aos domingos e horas extras

14/08/2019 - Linha Rápida

Ao contrário do que diz site da Câmara, CUT tentou tirar todos os itens trabalhistas da MP para impedir retrocessos e ataques ao direitos conquistados pela classe trabalhadora

Reforma: Confira as maldades que os deputados aprovaram no 2º turno de votação

12/08/2019 - Conexão

Eles mantiveram no texto-base restrição a quem recebe dois benefícios, por menor que sejam os valores, e contribuição de servidor aposentado que ganha mais de R$ 1.000,00

Trabalhador pode perder o direito de sacar saldo do FGTS quando for demitido

09/08/2019 - Destaque

A cilada da medida do governo Bolsonaro é que o trabalhador que aderir ao saque-aniversário perderá o direito de sacar tudo que tiver na conta quando for demitido sem justa causa, momento em que mais precisará

+

Campanha Salarial

Fotos

Paralisação no GRU Airport contra demissão arbitrária de dirigentes do Sintaag

Vídeos

Facebook