Notícias

Sindigru participa da primeira rodada de negociação da Campanha Salarial com as empresas aéreas

Data base dos aeroviários é 1º de dezembro

Dirigentes do Sindicato dos Aeroviários de Guarulhos (Sindigru)  participaram na quarta-feira (9) da primeira rodada de negociação da Campanha Salarial 2019/2020 dos Aeroviários e Aeronautas da Federação Nacional dos Trabalhadores em Aviação Civil da CUT (FENTAC/CUT) com o Sindicato Nacional das Empresas Aeroviárias (SNEA), em São Paulo. 

Também estiveram presentes diretores do Sindicato dos Aeroviários de Porto Alegre, Pernambuco e Nacional e do Nacional de Aeronautas.

Neste ano as companhias apresentam uma novidade: a Latam se retira do SNEA (Sindicato Nacional das Empresas Aéreas), a partir de agora as negociações com essa empresa são feitas em separado. Ou seja, no dia 9 foram realizadas duas reuniões diferentes. Mas as pautas abordadas foram similares.

A primeira rodada de negociação  teve como objetivo definir as regras e estabelecer o calendário e locais das rodadas de negociação.

Previsão para próximas rodadas

No encontro com o SNEA, as empresas deixaram claro que não pretendem oferecer aumento real para a categoria, sob a justificativa de que ainda sofrem com os impactos econômicos da queda de lucros em 2015. O argumento foi rebatido pelos sindicatos com a apresentação de matérias jornalísticas. As publicações apresentam dados oferecidos pelas próprias companhias aéreas, que garantem o bom desempenho do setor.

Já a Latam se mostrou mais aberta no avanço dos itens econômicos, porém, a direção do SNA acredita que em contrapartida a empresa vai propor mudanças referentes ao ponto eletrônico.

Outro dado preocupante é a resistência dos empregadores em assinar o compromisso de garantia da CCT (Convenção Coletiva de Trabalho), caso as negociações não sejam encerradas até a data base da categoria, que é em 1º de dezembro. Com a Reforma Trabalhista as empresas deixam de ter a obrigação de cumprir as cláusulas da Convenção, caso não seja estabelecido acordo entre as partes após esta data.

Principais reivindicações 

  • Reajuste salarial: INPC (Índice Nacional de Preço do Consumidor) do período, mais 2% de ganho real;
  • Aumento de 6% nas demais cláusulas econômicas;
  • Mudança na redação da CCT (Convenção Coletiva de Trabalho) no item de horas extras, com a retirada de ambiguidade no texto que fala sobre compensação;
  • Inclusão de responsabilização da empresa por itens obrigatórios da apresentação pessoal, como é o caso do kit maquiagem. A exigência da companhia faz parte do uniforme e Sindicatos acreditam que empregadores devem arcar com esse custo;
  • Folga agrupada mensal;
  • Acomodação individual para cursos oferecidos pela empresa;
  • Esclarecimento do sentido de força maior na mudança de escalas.

Próximas rodadas

Estão previstas rodadas com o SNEA e a Latam, em São Paulo, nos dias 22/10, 5/11 e 12/11, mas em horários diferentes.  A data-base dos aeroviários e aeronautas é 1º de dezembro.

 

Adicionar Comentários

Clique aqui para publicar o seu comentário